Dois adolescentes compareceram ao DISEP de Luís Eduardo Magalhães na tarde do último sábado (18), informando que um homem havia matado seu cavalo em uma chácara. Como não puderam fazer o boletim de ocorrência por serem menores de idade, foi aconselhado que um familiar maior de idade se apresentasse a fim de realizar a denúncia.

Segundo as informações relatadas, os dois adolescentes teriam ido na propriedade vizinha, ambas localizadas próximo ao Bairro Jardim Alvorada, onde seu animal teria ido até a propriedade vizinha. Chegando lá, os garotos foram atendidos pelo caseiro que apresentava na cintura uma arma de fogo tipo garruncha calibre .22, mandando os garotos saírem de sua propriedade. Assustados, os meninos saíram e então, o caseiro desferiu dois tiros no animal.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local, encontrando o animal sem vida na propriedade. Diante dos fatos, o caseiro foi encaminhado ao DISEP, ficando à disposição da justiça para a tomada das medidas cabíveis.